quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

CINTURA ESCAPULAR



A cintura escapular conecta os membros superiores ao esqueleto axial. Trata-se de um complexo articular composto pelas clavículas, escápulas, ligamentos, tendões e músculos; o qual apresenta a maior amplitude de movimento do corpo humano - abdução e adução, flexão e extensão, rotação interna e externa, depressão e elevação, protração e retração. Cada clavícula se articula lateralmente com a escápula e medialmente com o manúbrio do esterno. 

CLAVÍCULA
A clavícula é um osso longo que se estende da borda superior do manúbrio ao acrômio da escápula. Sua  extremidade medial é mais grossa e arredondada, já a extremidade lateral é mais achatada em um corpo de curva dupla no plano horizontal. Os 2/3 mediais da clavícula são convexos para a frente, enquanto que 1/3 lateral é côncavo para diante. Possui uma face rugosa na região inferior e uma face lisa na região superior.


ESCÁPULA
A escápula é um osso grande, achatado e triangular, que está ligado ao esterno pela clavícula. Articula-se com o úmero e está posicionado na face póstero-lateral da parte superior do tórax. Se divide em um corpo, um processo coracóide e uma espinha, que termina lateralmente no acrômio. Ainda, possui duas faces: costal (côncava) e dorsal; três bordas: superior, medial e lateral; e três ângulos: superior, lateral e inferior. 
A espinha escapular em sua face dorsal termina no achatado acrômio. Acima da espinha se encontra a profunda fossa supra-espinhal, abaixo dela se encontra a menos profunda fossa infra-espinhal, que não deve ser confundida com a fossa sub-escapular, localizada na face costal da escápula. O processo coracóide da escápula tem a forma de um dedo curvado, tem sua projeção para frente, por baixo da clavícula e na direção da cabeça do úmero. Há duas superfícies articulares, uma no acrômio, para receber a clavícula, e outra no ângulo lateral, a pouco escavada cavidade glenóide, que recebe a cabeça do úmero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário